quinta-feira, 30 de junho de 2005

Em contagem decrescente

Daqui a um mês estarei de férias.
No dia 29 ainda tenho que trabalhar. Se não fosse por causa do cão, seguia logo nesse dia mas, assim, talvez só vá no dia 30 de manhã.

Quando chega a esta distância o tempo voa. Já sei que vou andar a correr para conseguir fazer tudo o que é preciso que fique feito até lá. Todos os anos é assim. Este ano será ainda pior!

E, não sei porquê, nunca fico feliz com a aproximação das férias!
É a coisa mais absurda do mundo! Passo o ano à espera que cheguem, quando as tenho espero que não acabem, e quando estão a chegar fico assim, um bocadinho contrariada!

E não é de hoje nem de ontem. Fui sempre assim!
Quando era bem pequena deram-me um girassol num vaso. O girassol cresceu e ficou maior do que eu. Quando estava quase a abrir a flor, chegou a altura de irmos para férias.
Foi uma tragédia! Não queria ir por nada!
Chorei que nem uma Madalena agarrada à "minha" Maria que tentava afastar-me do girassol.
A ideia de ir para o Algarve ( pois porque a "minha" praia não é a minha primeira praia. Só me mudei depois dos dez anos. A de origem mesmo, era Lagos) e de não chegar a ver a flor do girassol de que gostava tanto deixou-me verdadeiramente triste.
Lembro-me que tinha um vestido branco com flores pequeninas de todas as cores, e lembro-me que a viagem me pareceu interminável, e que chorei durante todo o caminho, para desespero dos meus pais!

E depois disto chorei quando acabei a primária e algumas das minhas amigas não iam para o mesmo colégio que eu.
E ficava sempre triste com a perspectiva de estar três meses sem ver pessoas com quem convivia, normalmente, todos os dias.

Fico sempre triste por deixar pessoas e sítios para trás.
As idas para o aeroporto nunca foram momentos alegres. Verdade seja dita que depois também não me apetece voltar, apesar das saudades. E que tenho mesmo que sair, porque a necessidade de ir é mais forte do que a tristeza de deixar coisas para trás.
Uma vez cheguei ao ponto de ter hotéis marcados, a viagem toda planeada (por uma amiga minha, porque eu não sou muito ordenada nessas coisas), bilhete de avião na mão e de lhe dizer: Afinal... não vou!
Mas acabei por ir. E ainda bem!

Realmente... sou muito complicadinha!
Estou sempre desesperada para ir, e sempre com saudades antecipadas do que deixo para trás!
Nem sei porque é isto! Afinal vão ser só vinte dias. E vinte dias passados dentro do país. E sei que quando lá estiver não vou querer sair de lá.
Também é verdade que, este ano, acho que também vou sentir a falta da internet e de pessoas que até não vejo - esta coisa dos bolgs...!!! - , mas...
O meu pai diz que sou assim, complexa, e com contradições, e sentimentos que se chocam, e inquietações, e emoções à flôr-da-pele, e sempre de coração nas mãos, por causa do signo - logo ele que até nem acredita nestas coisas. Imaginem se todos os Aquários fossem assim!

17 comentários:

OlhoVivo disse...

Obrigada pelo teu comentário.E por este e outros posts se nota que deves ser alguém especial :)************
P.S : Hoje estou particularmente lamechas porque virei uma página da minha vida:/

nelsonmateus disse...

existem as férias e ... existe o mês de agosto.

no mês de agosto, a praia,as pessoas, as conversas, o mar, as patuscadas, a night, TUDO se tarnsforma, TUDO se torna diferente, TUDO fica com outro sabor.
as saudades deixam lugar a festa e alegria.

dentro de 1 mês, tbem eu estarei de férias mas ao contrário de ti, eu, pessoalmente, já conto as horas e os minutos que me separam do MEU mês de agosto e de tudo o k ele significa aos meus olhos.

Squeezy disse...

Férias...hmm.. eu tb era suposto tar de férias..mas tal n é possivel, pois há que trabalhar, pra ganhar uns troquitos...

a_guerreira disse...

Olá! Desejo todos os anos que cheguem as férias, mas depois não quero partir.. Também a mim me "acusam" de ser um poço de contradições, de viver com o coração na boca, de sentir tudo até à exaustão.. Existe outra forma de viver? Talvez. (E o meu signo é Sagitário.) Deixo um beijinho especial à menina que quis ficar em casa para poder admirar a beleza de um girassol. São flores admiráveis, não são?

nadiasm disse...

levas o portátil e ligas-te (pelo telemóvel)...

Margarida Atheling disse...

Prima inteligente...! Sempre é menos um problema! :)

Clara Sonhadora disse...

A mim ainda falta mais tempo :(((
Pelo que li, somos muito parecidas - há 1 misto de emoções muito grande que acabamos por perguntar se vale a pena sair.
Essa do girassol...no ano passado foram os peixes...tanto esperei e resolveram ter as crias quando eu estava no Alentejo - resultado: zero sobreviventes.
Xi, já escrevi muito.
1 beijo

Clara Sonhadora disse...

A mim ainda falta mais tempo :(((
Pelo que li, somos muito parecidas - há 1 misto de emoções muito grande que acabamos por perguntar se vale a pena sair.
Essa do girassol...no ano passado foram os peixes...tanto esperei e resolveram ter as crias quando eu estava no Alentejo - resultado: zero sobreviventes.
Xi, já escrevi muito.
1 beijo

Carlos Barros disse...

férias.. um bonito e cheio de graça... tema para postar..mas eu não as vou gozar...ou será que sim? logo se vê..e ve-se..tens contradiçõpes...e porque não...fazem parte do crescimento constante.

augustoM disse...

Margarida, acontece com todos. A alegria que antecede as férias é directamente proporcional à tristeza da última semana.
Um abraço. Augusto

HOPE disse...

Hello Margarida!

Isto das férias... Eu já comecei a contagem decrescente porque vou já para a semana! A ausência do pc também me está a preocupar. Como é que vou sobreviver sem internet, sem os blogs??? Aaaarhhgg!!!! É um vício recente mas já bem entranhado!

Beijinhos HOPE

Costinhas disse...

Olha... escrevi muito e de seguida apaguei tudo.

O que interessa mesmo é que te divirtas nas férias e pronto!

E quanto às saudades da blogosfera pela minha parte são recíprocas! Toca a arranjar um cibercafé ou a ligares-te pelo telele para matares as saudades... as tuas e as nossas!

(Afinal voltei a escrever muito)

Beijinhos
Sandra

alias disse...

"Só estou bem, aonde eu não estou"... Mas que te saibam beemmmmmmm!!!!
PS: rendi-me à blogosfera e agora tenho um blog em conjunto com dois amigos: alias-.blogspot.com
Eu sou a Libuska ;) Se te apetecer, visita-nos
beijocas
Sofia& Rafael

Sara MM disse...

Eu acho - tá na moda acahr ;o) que as férias sao boas mas t~em um grande problema - e isso poderá ser o que te deixa assim:
é que soa uma mudanaç radical demais, o nosso dia-a-dia muda 100% durante 20 e tal dias! Como poderiamos encarar isso pacificamente, mesmo que se prevejam umas férias pacificaS?
Ate pq por vezes o problema é esse: férias demsaiado pacifica:
Porque quando nos habituamos a essa mudanças, qd finalmente estamos 100% habituados e felizes, elas acabam!!!!
Ou seja, no inconsciente até devemois bem detestar as férias: é que elas nunca têm um final feliz (mesmo para quem gosta do seu trabalho, acho)
BJs e bons preparativos!

Rita disse...

Oh mElhere! Não penses duas vezes, nem dês de comer às saudades! Põe-te mas é feliz por ires de férias!!!
Beijinhos

Anónimo disse...

Good write up saab history

Anónimo disse...

While reading this I was reminded of jm lexus you should stop by.