quarta-feira, 29 de junho de 2005

230 Km/h

Hoje, ao contrário do que tem acontecido, dediquei todo o dia ao meu segundo emprego. Isto porque era conveniente analisar umas coisas in loco. E o ideal mesmo era irmos alguns de nós, para avaliar diversos aspectos.
E fomos.

Fomos seis, dos dezasseis do grupo. E, como há sempre quem goste especialmente de guiar, lá acabaram por ir três carros para seis pessoas.
Para lá correu tudo muito bem. Saimos em grupos de duas pessoas, a horas ligeiramente diferentes, e todos lá chegámos a horas.

Para cá a coisa foi um bocadinho diferente.
Entraram os três carros na auto-estrada.
Dois Mercedes e um Audi. Os três com menos de um ano.
Ninguém queria ficar atrás.

Às tantas pareciamos miúdos a fazer corridas de biciclete.
Valia tudo para passar para a frente!
Eu não ia a guiar - Deus me livre destas coisas! - mas a verdade é que comecei a achar graça, e em vez defender um abrandamento da velocidade, acabei por entrar no espírito da brincadeira.

Quando olhei para os númerozinhos vi: 230! Íamos a 230 Km/h!
E, diz quem viu, que passámos por um carro da polícia.
A velocidade e as manobras... Valia tudo! Todos os outros carros pareciam que estavam parados nas faixas da auto-estrada, tal era a diferença de velocidade!

E agora, se me permitem, vou tentar perceber como é que cheguei viva a casa! Porque não consigo fazer mais nada!
E talvez amanhã reflicta, também, sobre a causa dos comportamentos tão estranhos que se têm manifestado neste grupo escolhido a dedo pela entidade pagante!

12 comentários:

Raquel V. disse...

Sou contra... ai sou sou!
Mas LOLOLOLOL... tive que me rir...

Rita disse...

Nem parece de ti! (risos) Eu pedia logo para me deixarem na berma da auto-estrada, juro! Tenho muito, muito medo, horror, para dizer a verdade, dessas brincadeiras. Quando dão para o torto e prejudicam apenas os autores, tudo bem, mas quando terceiros pagam com a vida pelo descuido dos outros, não há explicação.
Margarida, para a próxima toca a pôr essa gente na ordem!!! (risos)
Beijocas, muitas!!!!

OlhoVivo disse...

Ai, ai, ai moxoila, que podias ter tido um acidente :( *

Sofia disse...

ò moça :/ cuidado com a tua vida, a adrenalina não justifica...
O meu trovador já é um kilo de gente!
Beijocas
Sofia & Rafael

nadiasm disse...

ai prima...110 kms de excesso de velocidade...
Sofia, que bom saber, é desta!
Bjs para as duas

Márcia Lopes disse...

Então mas que loucuras são essas ??????
Vamos lá ter cuidadinho com as velocidades ....
Beijinhos da Márcia e da Márgarida para a Margarida, eheh...

Márcia

Sonia disse...

LOL
às xs sabe bem fazer maluquisses mas cuidado linda!!

bjinhosss
230KM/h????
*caí estatelada no chao*

Margarida Atheling disse...

Parabéns Sofia!
Esse trovador é mesmo crescido! :)

Ainda estou um bocadinho tonta. Às vezes sinto necessidade de abanar a cabeça para me certificar que estou acordada! Parece que tudo se mexe à minha volta!
Eu também sou contra! Absolutamente contra estas coisas! Nem admito repetir a experiência!
Mas os fabricantes dos carros têm muita culpa. Para quê carros que chegam a velocidades destas quase sem darmos por isso?! O resto foi inconsciência, bricadeira e a adrelanina. Mas não repito!!!

kikas disse...

São loucuras que cometemos sem dar por isso e entramos na brincadeira :-)))
Felizmente correu tudo bem...
beijinhos
kikas

Vilma disse...

Não podias andar com o meu irmão...LOLLL! ele só conhece acelarar..! hehehe... mas confesso que não gosto de velocidades!

Mãe Pipoca disse...

ai seus malandrecos... tau tau nos rabinhos!! ;)
bjs

Kwan disse...

Bad choice