quarta-feira, 4 de maio de 2005

Delete

Há uns tempos apaguei um post neste blog.
Há uns dias um comentário no blog de outra pessoa.
Hoje escrevi e apaguei um comentário e dois posts.
Parece que ando com dúvidas quanto à fronteira que, forçosamente, é preciso estabelecer. Entre o que se diz e o que se deve calar. E, ainda assim... cá ando... sorridente!

10 comentários:

ana disse...

Até hoje ainda não me confrontei com esse dilema ou problema...
Jocas e escreve o que te vai no coração

rita disse...

faz parte...por vezes optamos por dizer,desabafar...mas no fim olhamos e reflectimos e já ñ nos apetece...é a (des)vantagem da escrita:podes sempre repensar mais um pouco!
eu acho q a fronteira estabelecemos nós qd decidimos o q fazer! acho q ñ temos q vir pr'aqui com a certeza de tudo!!
e é bom ver-te sorridente!
um sorriso para acompanhar o teu!

nadiasm disse...

Prima Margarida,
reparei nesse post que apagaste há uns tempos. É porque mesmo aqui, nunca se é completamente anónimo e pode-se ofender. Também eu sofro desse problema, ter que pensar no que escrevo porque senão quem nos conhece na vida real pode ler...mesmo quando estamos anónimos (+ ou -)facilmente somos descobertos...E mesmo que não publiquemos o que nos vai no pensamento, se o escrevermos num caderno também aí podemos ser lidos...Há anos que me defronto com este problema.
Bjs

Xuinha Foguetão disse...

Ainda não tive esse problema, mas sempre que escrevo um post penso nisso, no que se deve ou não deve escrever... Poder, podemos quase tudo! Mas temos sempre de nos "proteger" porque nunca se é completamente anónimo.
Beijocas,
Xuinha

Xuinha Foguetão disse...

Margarida, noutro dia viste um post em construção no meu blog... pediste para ser mais específica! O post já lá está com uma dedicatória especial! Não sei se já viste... Aventuras III
Beijocas,
Xuinha

EP disse...

Tenho andado com esses dilema também, hoje não aguentei e escrevi algo que me pode denunciar a quem não quero.
Tenho outro post por escrever por achar demasiado óbvio.
Um beijinho,
EP

Sara MM disse...

Eu reparei (hoje de manhã)que tinhas apagado um comment teu... e isso fez-me pensar em ti mais ainda que se o tivesse lido! Fiquei preocupada com o que se passaria contigo... senti que podias estar a sentir isso mesmo...

Entre o que se diz e o que se deve calar, nao aceito! Acho que se diz o que se sente e pronto! os nossos amigos compreendem, os outros que se l----.

A não ser que a questão seja a fronteira entre o que se diz e o que se sabe ou não que se sente...

Desculpa a confusão! Deve ser de estar cansada e a precisar de falar.

Ana disse...

O que vale é que estás contente... e nunca pares de escrever o que te vai na alma... eu acho que de vez em quando nem devia escrever... mas faz bem! Jokas

Oumun disse...

olá :)
O importante é que estejas contente :) também acho essa barreira um bocadito complicada... ás vezes apetece-me escrever tanta coisa.... mas olha nem para o papel passaria são coisas que apenas escrevo na mente e confidencio ás melhores amigas ;)
beijocas grandes

Vilma disse...

Agora ao ler isto pensei: e se tivéssemos a tecla "del" para as situações menos agradáveis da nossa vida? Por vezes seria bom, é certo, mas ainda bem que não temos... na net até isso é fácil!
Beijos! ;)