terça-feira, 22 de março de 2005

Capítulo 5

Ontem fiquei até tarde a ler um livro adquirido muito recentemente e editado também há muito pouco tempo.
Deitei-me muito tarde e sem sono.
Passei boa parte da noite às voltas da cama numa inqueitação de que já sentia saudades. Com a inquietação saudável e apetecível da descoberta, da possibilidade de novas respostas e até de novas dúvidas. Quando adormeci o meu sono foi povoado por chancelarias, inquirições e livros de linhagens.
Acordada ou a dormir - não sei bem - revivi o momento exacto em que deixei as coisas há tanto tempo. Um momento longínquo que se tornou próximo, uma recordação viva. E um momento que parece, agora, à distância, sabiamente escolhido pelo destino: o dia em que descobri o documento mais importante para toda a tese, um documento que, tudo indica, levará a uma alteração de uma história com muitos séculos. Parei nesse dia! Porque aconteceram outras coisas...
Continuo sem ter falado com o meu orientador, porque não tinha tido tempo para mexer em nada destas coisas. Continuo sem tempo. Roubo-o às horas de sono. Mas está a saber-me muito, muito bem mergulhar, de novo, nestes assuntos. Até o ar parece mais leve, o Sol mais brilhante, os dias mais bonitos... mesmo que não tenha tempo, mesmo que precisasse de dormir mais umas horitas, mesmo que tenha que guardar as visitinhas habituais para mais tarde. Acho que é paixão!

12 comentários:

Patricia disse...

E não há nada mais doce que o sabor dela - da Paixão! Aproveita querida Margarida. Bjs mágicos

nadiasm disse...

Que bom, teres redescoberto essa tua paixão. Mas não estás a pensar em nos abandonar (blogosfera), pois não? Por favor diz que não...

Rita disse...

Gosto de sentir-te assim, cheia de garra!!!
Beijos, beijos

mãe-biscoito disse...

A paixão é um estado maravilhoso, parece que ganhamos asas e somos capazes de mover montanhas. É bom estar (ser) assim!

EP disse...

Esses momentos são para serem VIVIDOS!
Aproveita mesmo.
Um beijinho
EP

Margarida Atheling disse...

Querida prima Patrícia, que bom "ver-te" já com mais tempo para ti!

Não, prima Nádia. Não estou sequer a imaginar deixar a blogosfera. E muito menos as primas!

Ó Rita, tu tens muito mais!

Mãe-biscoito e EP, é verdade. Estes momentos são mesmo para ser aproveitados em pleno!

Bjs a todas!

bekas disse...

:)) Conseguiste contagiar-me com essa paixão!
Beijinhos

Angel disse...

Oi Margarida...adorei a sua visita, mas aquele é um blog de estudos meus sobre a especialização que estou fazendo em Paisagismo e Plantas Ornamentais :)
Meu blog pessoal não esta descrito em meu perfil, segue o endereço para vc conhecer meu cantinho nesta blogosfera:

http://maisoumenoseu.blogspot.com/

Foi a maneira que eu encontrei de preservar as fotos dos meus pequenos, se é que alguem esta protegido nesta internet ...rs rs
Espero vc lá...e um grande abraço.
Angel

Paula disse...

Querida Margarida, continua a namorar os livros, mesmo que não possas voltar já aos estudos!!!! Fico tão contente de te ver assim!!!! E continuo cheia de saudades de falar contigo!
Muitos beijinhos,
Paula Sofia

Sara MM disse...

Ainda bem que mergulhaste de novo em algo que te dá força, energia e prazer. Isso vai concerteza abafar todas as dúvidas, recieos e ansiedades...
BOA SORTE.
Sobre que é a tua Tese afinal?Posso sabe-lo nalgum post mais antigo?
BJS grandes

Rita Camelo disse...

Fico muito contente por te sentir assim! Beijocas

Lucia disse...

Quando nos sentimos assim perdemos até o sono, parece que andamos sempre no mundo da lua, aproveita!!!
Beijinhos