quarta-feira, 22 de março de 2006

Porto

- É do Porto, não é?!

Disse-me, de sorriso na cara e com o ar triunfante de quem descobre um segredo, a empregada gordinha do meu médico.
Não sou, não. Nunca, sequer, fui ao Porto. Passei por lá, mas quando digo "passar" é mesmo "passar", passar a caminho de um destino mais a Norte.

Calculo que a descoberta dela deve ter sido feita por ter pronunciado "pédrinhas", mas isso, bom... isso vem mais de cima. E vem porque gosto, porque acho mais doce.

Pois... nunca fui ao Porto. E é estranho.

Passei e nunca parei, nunca posei os meus pés naquela terra.
Não é que não goste do que se vê, lá em baixo, quando se passa na Ponte; que não goste do rio e da marginal e das casas que, vistas cá de cima, parecem casinhas de bonecas, e do que se vê à frente que parece um presépio.

Não é que não goste de passar por lá, para cima, ou para a direita e que me gritem: Olha, o Porto de Leixões! , mas que depois siga, mais uma vez, sem parar.

Não é que não goste das francesinhas que o cunhado de uma amiga costumava fazer-nos nas noites longas das férias.

Não é que não goste da pronuncia que é tão mais doce, envolvente e aveludada do que cá em baixo.

Não é que não precise, incontornavelmente, de lá ir, há tanto tempo já.

Não é que não tenha uma ideia romântica e aconchegante da cidade em si mesma.

Não é que não tenha passado por lá tantas vezes.

Não sei porque é. Sei que nunca lá fui.
Sei que, mesmo agora, há tão pouco tempo, tirei uns dias para ir e... no último instante recuei.
Sei que sinto, há muito, e em simultâneo, uma atracção e um medo. Qualquer das duas coisas inexplicáveis.
Sei que, um dia destes, lá irei e que, provavelmente, não o direi aqui.

E lembro-me... há muitos anos, de estar sentada no banco de trás do carro, num dia cinzento, como o de hoje. Estava a chuviscar, não saí.
O chão daquela rua era calçada, de quadradinhos certos de pedra escurecida pela chuva. Lembro-me tão bem, hoje.
Era o Porto.
Um destes dias; um destes dias, vou!


Eu bem tinha dito que devia estar caladinha!

A fotografia foi tirada daqui.

29 comentários:

Mel disse...

Agora deixaste-me triste. Então nunca vieste cá, à cidade do meu coração? A esta cidade mai-linda que é o meu Porto? Menina, a tua vida não pode estar completa até visitares esta cidade maravilhosa!
Fica então combinado que num dia em que te sintas inspirada, vens cá e quem sabe não tomamos um café no cais de Gaia, a olhar as "casinhas de bonecas"...
Beijocas!

P.S. Deves-me esta porque eu tirei fotos do teu Castelo de Edimburgo! :)

Marta disse...

O Porto é liiiiiiiiiiindo, liiiiiiiindo, liiiiiiiiiindooooo!

GO GIRL! :D (e mais não digo)
xi-coração!

nuvem cor de rosa disse...

tens aki 3 cicerones à disposição!!!

reborn disse...

Infelizmente, a cidade do Porto já viu dias melhores desdeo malfadado dia em que se lembraram de fazer o negócio do Metro.
Muita casa degradada, muita praça destruída e uma das cidades europeias mais sujas...
O que ainda salva a cidade é a simpatia das pessoas :)
Beijo grande !

Jasmim disse...

Eu já lá estive duas vezes. Qualquer uma delas por 1 dia e meio e sempre com muita coisa para pouco tempo! Gostava de voltar, com mais calma!

Uma beijoca.

Vilma disse...

Gosto do Porto! Da cidade e das pessoas! :)))

Sara MM disse...

Vais adorar! Aposto!

Eu tambem passei por lá muitos anos.. desde sempre aliás, a caminho de "mais a norte" :o)

Mas qd fui pra ficar... (todos os fins de semana durante uma ano)... aproveitei para passear, passear, passear... e adorei!!
É bonito... vai-se na muito lado a pé - aliás lá nunca andei sobre rodas, só à chegada, mas isso sou eu... sem sapatos tic-tic ;o)
Só os jardins do Palácio de Cristal........ maravilha!
E os croissaants........ mm nhanha...
BJs e ... vai :o)

C_de_Ciranda disse...

Ai...
Sacrilégio!

Não avisas aqui, mas livra-te de não avisar "ali" :P

Beijos grandes, de fugida uma vez mais, mas bem grandes.

*** Ciranda

maria disse...

O Porto não merece que escrevas isso...vê o meu post de porto vs lisboa...
adoro as duas cidades, lisboa encanta e o porto entranha-se...:)

Sandra disse...

A primeira vez que fui ao Porto chovia, estava um dia cinzento e eu achei que o Porto era uma cidade cinzenta.
Fiquei anos sem lá voltar e quando o fiz achei o Porto muito bonito e as pessoas um encanto.
Bjs

Isabel Pinheiro disse...

Olá Margarida.
O Porto é, para mim, das cidades mais encantadoras de Portugal... O encanto do Porto está nas ruelas e calçadas minúsculas, nas casinhas encavalitadas, na Ribeira, na foz, enfim... mas, fundamentalmente nas pessoas que lá vivem... simpáticas, personalidades fortes, sempre prontas a ajudar os outros... sempre com um sorriso para acolher quem cá vem!!!

Eu sou do Porto, apesar de ter nascido e vivido sempre numa das pequenas cidades dos arredores.
Adoro o Porto.

Se um dia precisares de um Guia, ou de companhia para passear pelas ruas do Porto basta entrares em contacto comigo e dizeres "bou aí" eheh!!!

Beijinhos e BIBA O PUORTO CARAGO!!!

Isa e Pedrocas

Costinhas disse...

Olha eu fui pela primeira vez ao Porto como deve ser o ano passado.

Até lá só tinha por lá passado, várias vezes ao ano, mas de passagem sem nunca parar.

Não sofro de um grnade amor pela cidade, mas confesso que o que conheci nas duas vezes que lá fui, me atraiu bastante!

Acho que deves ir mesmo!

Beijos

Dani disse...

Algo se esconde algures, que impede o primeiro passo.

Piquinota disse...

Eu sou de cá (do Porto!)...Sou suspeita!!! Muito suspeita!!!

Para mim o Porto é lindo!! Transmite paixão, simpatia, alegria!!

E se mais disser, mais tendenciosa vou ser!
O meu conselho é: Anda de coração aberto!!

Jinhos

Miguel disse...

A sorte que tens, invejo-a.
Eu que sou de cá, adorava não ser para ainda o poder descobrir.
E se as casas parecem de bonecas e as calçadas sujas, se o cinzento domina, é nas pessoas, que descobrirás a cidade. Mas isso, calculo, já deves tu saber.
E convites, não precisas, pois não?

kikas disse...

Olha eu também só fui mesmo de passagem, nunca parei...mas um dia também faço intenções de conhecer :-)

amigona disse...

Nunca "vi" o Porto como devia ver... passei e corri... um dia tenho que ver melhor...

amigona disse...

Nunca "vi" o Porto como devia ver... passei e corri... um dia tenho que ver melhor...

Kwan disse...

O Porto é uma naçon!

gralha disse...

Se calhar estás à espera da companhia certa? ;)
Agora a sério: o Porto é lindo e único mas aconselho mais lá para o Verão, para que haja alguma luz e vontade de ir para as esplanadas da Foz.
Boa viagem!
Beijinhos

Xuinha Foguetão disse...

Cá te esperamos!

Mas se vieres, avisa! :)

Beijocas grandes.

Anónimo disse...

O q aconteceu à Margarida do início do ano? Onde está a serenidade, a certeza que iria ser um bom ano? Agora vejo melancolia, um pouco de mistério com factos do passado, um confesso cansaço... Fico triste. Não sei o q dizer. (Em relação ao Porto, gosto muito do que conheço. E as pessoas são realmente únicas!) Um abraço da Guerrreira.

nadiasm disse...

O Porto é uma magnífica cidade para visitar e péssima para viver.
Mas não te preocupes, tens a tua vida toda para a conheceres.

Miguel disse...

Tive que cá voltar!
É que fiquei a pensar nisto!
"Quer-se" dizer... posts sobre Murano e Porto... népias???!!!

Shame on you, Margarida, Shame on you!

;-)

Margarida Atheling disse...

Ó prima... sabes bem que a coisa é bem mais urgente!

Miguel; não é bem assim! Escrevi sobre Murano e podia escrever sobre muitos outros sítios. Mas também escrevi um post sobre o Porto. Este, não percebes?!
E olha que reparei agora que falei aqui de Barcelos e da "minha" praia, e de mais local nenhum em Portugal, donde... não me parece que o Porto se possa sentir injustiçado neste campo!

nelsonmateus disse...

conheço mal o porto, mas o pouco k conheço continua a fazer-me sorrir.

sim senhora, passei bons momentos em terras dos murcons. :))

Anónimo disse...

Mas diz-me lá então porquê que não foste. Eu bem me lembro da fita que fizeste enquanto eu tentava empurrar-te para cima. E com o trabalho por fazer... Até pensei que tinhas uma aversão qualquer ao sitio mas pelos vistos é só encantamento. Mas que raio menina!?

Catarina

Margarida Atheling disse...

E eu devo lá explicações a alguém, Catarina?! ;)

Não devo nem a tenho. Nem para mim. E nem quero saber!

Mas não procures um motivo em coisas recentes que te possam passar pela cabeça que, se te bem te lembras, este trabalho devia estar feito há tanto tempo que até tenho vergonha de o dizer aqui!

Anónimo disse...

Margarida, o Porto e eu esperamos por ti. Quando quizeres, com tempo. beijinho Leonor