terça-feira, 28 de março de 2006

«« «« ««

- Um dos teus principais defeitos - se calhar o pior deles todos! - é que andas sempre de coração nas mãos...! Faz-me muita confusão...

Dizia-me ele há mais de dois anos já, numa das últimas discussões que tivemos. Já nem foi uma discussão, foi mais um monólogo.
Eu, acho que encolhi os ombros - pelo menos fi-lo, mentalmente - e reparei que estava cansada, esgotada por lutar por uma coisa que, reconhecia naquele momento, estava virtualmente acabada já.

Encolhi os ombros e não abri a boca; não concordei nem neguei. Virei as costas como se não estivessemos a ter aquela conversa e fui fazer o que estava a fazer antes. Mas não me esqueci do que ouvi.

Hoje, tanto tempo depois, dou-lhe razão nisso.
É, realmente, um dos meus piores defeitos. Também estou farta disso!

23 comentários:

Xuinha Foguetão disse...

Há que saber lidar com esse defeito...

Beijos grandes.

nuvem cor de rosa disse...

podes sempre pensar assim: melhor nas mãos que nos pés!!!

depois sorris e esqueces que tens esse defeito :)

bjnhos

kikas disse...

Nem sempre podemos ser aquilo que idealizamos...há que saber lidar com eles da melhor forma, mas às vezes ficamos mesmo fartinhas!

maria disse...

Se pensares não faz sentido sabermos os defeitos que temos e continuar a tê-los, não fazendo nada para os evitar, certo?
Se viver com o coração nas mãos é o que penso, ou seja, preocupares-te por antecipação...não vale a pena, margarida...vai por mim, não vale mesmo a pena.
Beijinho

Marta disse...

Eu acho que isso é um óptima virtude e, ao mesmo tempo, um péssimo defeito... A minha mãe é assim, dá tudo a toda a gente, ajuda toda a gente... E depois, algumas pessoas magoam-na...
O segredo é ser um coração de mel... Com quem merece! :)
Beijinhos!

reborn disse...

Ao menos, lutaste, deste o teu melhor, quantos hoje em dia podem dizer o mesmo ???
Eu acho que poucos.

Beijo grande e jamais te envergonhes desse «defeito» que também pode ser uma qualidade !*

Rui disse...

E agora para algo completamente diferente: tendo começado a primavera, o optimismo devia reinar; é idêntico aquele sentimento que bate por altura do Natal em que acabamos é por sentir tristes e deprimidos?

Anónimo disse...

Existe alguma outra forma de viver? Gostaria de acreditar que sim. Seria tão mais fácil...
Guerreira

Piquinota disse...

Eu não acho que isso seja um defeito!! Tens (e quem te rodeia, principalmente os mais chegados!) de aprender a viver com essa tua característica!!

E aproveita a vida... os momentos... o presente...E não o futuro incerto!

Jinhos

Miguel disse...

Margarida
Em primeiro lugar o que é "o coração nas mãos"?
Pelos vistos teremos opinioes diferentes... Aqui ( http://www.priberam.pt/ ) diz-se:
"falar com o coração nas mãos: ser franco"
Se és franca, se expressas os teu sentimentos, se não te escondes, atrevo-me a discordar...Qual defeito??!! Tens aí uma bela virtude.

Anónimo disse...

olá.
Também ando sempre com o " coração nas mãos". Também gostava de mudar essa característica de mim , mas não é fácil. Também estou completamente farta de ser assim, também é duro que eu seja assim para aquele que partilha o dia-a-dia comigo, mas também e por ser assim, em algumas situações da vida (difíceis) consegui ter soluções quando os outros ainda estavam a constatar certos problemas!
Felicidades para ti

Dani disse...

Bom, se esse é um dos teus piores defeitos, então deves ser mesmo uma excelente pessoa!

Beijinhos

Tamia disse...

Defeito? de certeza? Eu não o vejo assim! Isso só mostra que não és feita de pedra!

Costinhas disse...

às vezes a distância ajuda-nos a racionalizar certas coisas... mas o importante é o que fazemos com a informação que finalmente processamos!

Beijocas

Sara MM disse...

Não é um defeito!!! Mas é algo que dá (e dará - burro velho não aprende línguas! LOL) muuuuuuuuito trabalho...A ti!! E que dará muuuuuuuuuuuitas vantagens, a quem te mereça!!!!!!!!!!!!!!!

BJsssssssssssssssss

nadiasm disse...

N será antes uma das tuas melhores qualidades? Tudo depende do ponto de vista...
Bjs da prima

amigona disse...

Não, não te canses... continua... é um excelente lugar para andarmos com o coração!!!

Isabel Pinheiro disse...

Andar com o "coração nas mãos" pode ter vários significados... um deles é seres uma pessoa sensível...

Não vejo que defeito possa haver nisso.

bjs fofos

isa e pedrocas

Sandra disse...

Depende do ponto de vista: se andas sempre nervosa, aflita então oderá ser um defeito mas se és franca e amiga não estou a ver qual o problema (talvez para ti que as pessoas te magoam e se aproveitem).
Bjs

gralha disse...

Uma vez disseram-me: os nossos limites são as nossas possibilidades (não, não foi um livro de auto-ajuda). Já percebi que há coisas que podemos melhorar e há outras com as quais teremos de aprender a conviver. É claro que não é fácil, mas é mesmo importante aprender a acarinhar cada uma das nossas características, o nosso feitio como ele é, e procurar as coisas boas que podemos tirar daí :)
Beijinhos.

Ritisabel disse...

Isso pode querer dizer que és sensivel, que te procupas com as coisas... pode não ser um defeito em certas situações. Bjocas.

Ana P. disse...

O segredo (julgo eu) será saber lidar com isso.
Não acho que seja um defeito.

Beijo

Mel disse...

Se ter o coração nas mãos é ser sensível, então isso não é defeito. Mas se é uma coisa que te esgota emocionalmente, então não vejo porque não tentar uma maneira de mudar isso.
Beijocas!