terça-feira, 11 de abril de 2006

Worse...

Nem de propósito...
Posso continuar a ouvir o JJ. Posso, mas não o ouvirei mais a partir de rádios escocesas. Pelo menos, em Portugal, claro!
Ontem foi mesmo o último dia.

Algumas já tinham deixado de transmitir para fora do Reino Unido. A partir de ontem, acho que não resta mais nenhuma.
A lei dos direitos de transmição de música mudou e, com isso, as estações só podem emitir para o Reino Unido.

Reconheço os direitos de quem cria as músicas. Trabalho é trabalho e deve ser recompensado. Mas não percebo isto. Será que os autores ganham mais assim?! Ganham, realmente, alguma coisa com isto? Não é o mesmo, para eles, que as suas músicas sejam ouvidas a partir de uma rádio do Reino Unido ou a partir de uma de outro país qualquer?
Se calhar isto nem tem nada a ver com a vontade dos autores.

E a liberdade? A liberdade de comunição? Se os meios permitiam, sem custos, que os ouvintes ouvissem - sim, tenho noção da redundância - o que muito bem entendessem, a partir de onde entendenssem, em nome de quê é que se restringe essa liberdade? Quem é que ganha mesmo com isto?

Passei a ouvir uma da Irlanda, mas da Rep. da Irlanda, claro, que o Reino Unido está todo silenciado. Pois... também tenho ascendência irlandesa, e inglesa... mas, por isso mesmo, distingo muito bem cada uma destas nações. Não é nada a mesma coisa! Por muito que as estime, e que goste delas!
Mas a minha Escócia... quem me afasta dela...
Não, não foi um bom começo de dia!

7 comentários:

Ana P. disse...

Eu gosto de música calminha, para aliviar. Mas quando não é para aliviar, nem te digo o que oiço...

Beijo

Xuinha Foguetão disse...

La foi o better...

Espero que acabe melhor o teu dia!

Beijocas.

reborn disse...

:/

Piquinota disse...

Hummm.... bem, pelo menos espero que o dia termine melhor!!!

Jinhos

Rui disse...

Olá Margarida,

Consegui ouvir algumas (não experimentei todas) a partir daqui.

http://www.radio-now.co.uk/scot.htm

Margarida Atheling disse...

Obrigada, Rui! :)

Costinhas disse...

Pois, ia sugerir-te o que o rui adiantou (se bem que não conhecesse nenhum link)

Espero que consigas pela Internet reencontrar o JJ directamente a partir da Escócia!